Doença da Murchidão do Pinheiro na Europa: Interações Biológicas e Gestão Integrada

Parceiro: FNAPF
Modelo: Doença da Murchidão do Pinheiro na Europa
Disponibilidade: Em Stock
PVP usual:
25,00€
Preço-base Naturlink:
22,35€
Preço Clube Naturlink:
21,95€
o seu preço: 22,35€
Qt.:
 

Características do Livro:

Sinopse:

O objetivo deste livro é dar a conhecer a Doença da Murchidão do Pinheiro, as interações que podem ocorrer associadas ao seu desenvolvimento e as estratégias de controlo que podem ser utilizadas, dando-se ênfase ao conhecimento adquirido em Portugal. Esta obra foi produzida pela FNAPF - Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais em parceria com Instituto de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF),

A Doença da Murchidão do Pinheiro (DMP) resulta das interações complexas que existem, principalmente, entre o nemátode da madeira do pinheiro (NMP), Bursaphelenchus xylophilus, o seu inseto vetor, Monochamus spp., e a planta hospedeira (coníferas). O vetor é uma componente fundamental da doença, pois só atraveés dele o NMP consegue abandonar uma planta hospedeira morta e colonizar novos hospedeiros saudáveis.

O NMP foi detetado pela primeira vez na América do Norte, onde não constituía danos nas coníferas endémicas. Atualmente, a distribuição mundial do nemátode deve-se, essencialmente, à circulação de material lenhoso infetado, que tem transportado o NMP a longas distâncias e a várias regiões do globo, causando uma mortalidade anormal e expressiva às suas árvores hospedeiras.

O NMP na Europa encontra-se classificado como pertencendo à lista de organismos prejudiciais para a União Europeia, estando referenciado pela Organização Europeia e Mediterrânica para a Proteção das Plantas (OEPP), como organismo de quarentena, dado o seu elevado potencial destrutivo.

A introdução deste nemátode na Europa, e o aparecimento de novos métodos e tecnologias, tem levado ao desenvolvimento de uma investigação que inclui não só as várias interações biológicas entre as principais componentes que intervêm na DMP, mas também o desenvolvimento de estratégias de prevenção e de controlo que poderão ser utilizadas numa gestão integrada, devendo as medidas a adotar ser eficazes, específicas e não ter efeitos nocivos sobre o ambiente.

Tendo por coordenadores editoriais Edmundo Sousa (INIAV), Fernando Vale (FNAPF) e Isabel Abrantes (UC), cada capítulo desta obra tem por autores diferentes investigadores, técnicos e docentes que têm trabalhado na avaliação, conhecimento e controlo da DMP.


Índice:

Introdução Geral

Capítulo I: Resenha Histórica da Doença da Murchidão do Pinheiro

Capítulo II: Nemátode - Planta

Capítulo III: Nemátode - Vetor

Capítulo IV: Vetor - Planta

Capítulo V: Bactéria - Nemátode - Planta

Capítulo VI: Fatores Abióticos/Bióticos - Planta

Capítulo VII: Gestão Integrada da Doença da Murchidão do Pinheiro


Outras:

Editora: FNAPF - Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais

Ano: 2013

Tipo de capa: dura

Número de páginas: 328

Idioma: Português


Tempo médio de envio: 5 dias

Fazer um comentário

O seu Nome:


O seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Mau           Bom

Escreva o código da imagem: